sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Pimenta

A pimenta não só dá um toque diferente aos alimentos como também é atraente para decorar interiores .


De notório sabor picante, utilizado para realçar receitas culinárias, a pimenta vermelha (Capsicum) também está ganhando fama entre as plantas ornamentais. O brilho da pele colorida em contraste com o verde das folhas tem levado a pimenteira para dentro de casas, escritórios e outros ambientes. Cultivada em pequenos vasos, a planta tornou-se objeto de decoração de interiores muito apreciada.
Há várias espécies de pimenta, com cores, formatos, tamanho e intensidade de sabor diferentes. Podem ser encontradas na forma alongada, arredondada, triangular e quadrada. Algumas chegam a ser adocicadas. Mesmo em vaso, o plantio pode ser para consumo próprio.



SOLO: profundo, leve, fértil e bem drenado

CLIMA: quente

ÁREA MÍNIMA: pode ser plantada em um vaso

COLHEITA: 50 a 55 dias após a floração

CUSTO: varia de 50 centavos a dois reais, de acordo com a variedade

Mãos à obra

INÍCIO - Em todas as regiões do Brasil podem ser encontradas espécies de pimentas. As mais cultivadas no país são pimenta-de-bode, malagueta, de cheiro, cumari, dedo-de-moça e pimenta-do-reino. Para a ornamentação, escolha variedades de menor porte e cor vermelha. Em geral, as sementes são híbridas, como as cultivares gion red, pirâmide e espaguetinho ornamentais e grisu f-1.

PLANTIO - Os melhores solos para o cultivo da pimenteira são os profundos, leves, férteis e bem drenados. Quando plantada no campo, faça em sulcos de 30 a 40 centímetros de largura e 20 a 25 centímetros de profundidade, com uma distância de 80 centímetros. Para o plantio em vasos, a dica é comprar mudas de produtores experientes.

COVAS - Há a necessidade de covas apenas para os cultivos nos quais não são feitos os sulcos. O tamanho delas varia de acordo com o tipo de embalagem - bandejas ou saquinhos - da muda, mas um padrão de medida utilizado é 20 x 20 x 20 centímetros.

TRANSPLANTIO - Assim que as mudas apresentarem cinco folhas, ou atingirem dez centímetros de altura, pode ser feito o transplante para o campo ou vaso. Deve-se ter cuidado para não ferir as raízes ao retirá-las da embalagem. Após esse processo, irrigue regularmente as mudas, mas evite o encharcamento.

CUIDADOS - Na escolha de variedades, dê preferência às mais resistentes. Elas são uma das alternativas mais eficazes no combate às doenças que atacam a pimenteira. Uso de proteção nas mudas, controle adequado das plantas daninhas e aplicação correta de fungicidas e bactericidas registrados também ajudam a evitar doenças. As mesmas medidas podem ser utilizadas para impedir a presença de pragas na cultura.

PODA - Faça após o período de frutificação e no caso de colheitas contínuas. A prática deve ocorrer logo que a produção tenha cessado. A poda estimula o rebrotamento e a produtividade da planta.

PRODUÇÃO - A pimenteira pode produzir por vários meses, mas isso depende de condições favoráveis, como temperatura, fertilidade e variedade da espécie utilizada. Em geral, a colheita leva de 50 a 55 dias após a floração. Em locais de temperaturas mais elevadas, o desenvolvimento da pimenta é mais rápido.

Texto João Mathias
Consultora Eliane Gomes Fabri*
Imagem Globo Rural

9 comentários:

  1. Aline,
    Adorei o teu blog!! As imagens são muito inspiradoras!! Dá vontade de sair correndo e arrumar/decorar/trocar tudo em casa!!
    Beijo e Parabéns
    Já virei tua seguidora
    Ahh, eu amo pimenta... em vasos, na decoração, em estampas!! Só não uso na comida porque tenho gastrite...Mas adoro o cheiro..rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Viu Rô? Especialmente pra vc!

    Fê, obrigada querida pelo seu carinho! Apareça sempre, é muito bem vinda!

    Como eu tenho gastrite (rsrsrs), nunca havia pensado na pimenta como planta decorativa, mas hoje vi que fica lindo, e dá pra ter num apto!
    Já entrei no seu blog tb, lindo!
    Estou te seguindo!

    Bjs meninas!

    ResponderExcluir
  3. Ly, q lindo teu blog..
    Sempre q puder venho ca
    tomar um chazinho contigo..
    Amei tudo,bjs

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Patrícia!
    Será sempre bem vinda em terras cariocas!

    :)

    ResponderExcluir
  5. Eu amo pimenta, estou tentando ter um vasinho perto da cozinha, vou ver como se desenvolve, anotei suas dicas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá! As pimentas além de tudo são lindas não? Eu faço lembranças para festas com mudas de ervas e temperos, e as pimenteiras são super procuradas!!! Parabéns pelas dicas do blog!

    ResponderExcluir
  7. Adoro esses vasinhos, mas as minhas esmpre morrem! Ô gente invejosa, rsrsrs. Bjs

    ResponderExcluir

♥ Oi galera, infelizmente não tem sido possível retribuir as visitas, mas ficarei feliz ao ler seu comentário, porque é por ele que ainda existe esse blog.

Mil vezes obrigada por todo carinho! ♥
Beijocas.

=)

Linkwithin

Related Posts with Thumbnails